Monja Coen ensina como se conectar com o presente em momentos de ansiedade

Respiração consciente nos traz para o “hoje” e ajuda a buscar o equilíbrio

Representante do Zen Budismo no Brasil, Monja Coen diz que é natural cenários de incerteza e transformação deixarem as pessoas mais vulneráveis às emoções. A respiração consciente nos ajuda a ficar no presente, a perceber a ansiedade e a controlá-la.
 
Mais tempo em casa: As mudanças de humor e o estresse são normais quando passamos grandes períodos em casa. Muitas vezes brigamos até mesmo com os familiares. Nesses momentos, devemos fazer a respiração consciente.

Como respirar: Sente-se da metade para a frente da cadeira, mantendo a coluna vertebral ereta, os ombros um pouco para trás e para baixo, as orelhas em linha com os ombros e o nariz com o umbigo. Ao inspirar, puxe o ar e permita que ele entre na medida em que a sua caixa torácica se expande. Solte pela boca bem devagar, o mais lento possível, abrindo a glote, fazendo um pequeno som o mais lento e o mais longo possível.

Outras atividades relaxantes: Há várias atividades – como ler, assistir um filme e pensar – que ajudam a nos acalmar e a relaxar. Até os momentos em silêncio, de nos manter calmos e ouvir a vida, são importantes nesse momento.

Momento para refletir: A pandemia nos deu a oportunidade de aproveitar o momento e perceber o que de fato é essencial. Por isso, pense mais no hoje. A transitoriedade da vida ficou ainda mais visível. Viva com plenitude e aprecie mais o agora, exercitando mais a solidariedade, a gentileza e o cuidado com você e com o próximo.

Canal no YouTube: Com 2,5 milhões de seguidores no Instagram e 1,7 milhão de inscritos no seu canal no YouTube, a budista traz diversas dicas, ensinamentos e reflexões sobre diferentes questões relacionadas à vida.

Fontes: G1CNNUol e JC
Compartilhe!